Critérios de Avaliação

De início, os artigos e relatos recebidos serão objeto de apreciação prévia pelo Corpo Editorial da revista. Caso se revelem ajustados aos critérios editoriais abaixo enumerados, os textos serão encaminhados para avaliação de pareceristas ad hoc e receberão resposta quanto a sua aceitação ou não.

Mais especificamente, a seleção dos artigos e relatos a serem estampados em Grad+ orienta-se pelos seguintes critérios:

1. Aderência às diretrizes da revista, quais sejam:
• Reflexões a respeito de experiências pedagógicas e práticas de ensino no âmbito da Graduação, tais como: apresentação de metodologias ativas de ensino-aprendizagem; apreciação crítica de propostas pedagógicas; elaboração, aplicação e avaliação de materiais didáticos; formação de professores; análise de objetos de aprendizagem; propostas de reformulação curricular; tutoria acadêmica etc;
• Trabalhos que corroborem a valorização e a modernização do ensino de Graduação.

2. Relevância e aplicabilidade dos resultados, isto é, além da contribuição teórica e/ou prática para uma área especifica, valorizam-se trabalhos que descrevam iniciativas capazes de serem replicadas em outros contextos/áreas.

3. Rigor conceitual e teórico-científico (pertinência metodológica, validade das análises e uso adequado de ideias e noções relativas à literatura da área em questão).

4. Originalidade, novidade e atualidade dos temas/objetos propostos.

5. Fluência Textual, categoria em que se deve observar:
• Adequação da macroestrutura do texto (coesão e coerência), o que pressupõe tanto a conexão/articulação entre as partes quanto à estruturação lógica do percurso argumentativo do texto;
• Correção gramatical relacionada à superfície do texto (ortografia, pontuação, uso apropriado das palavras, distribuição dos elementos na frase, concordância etc.).